Contato

Memorial das Ligas Camponesas

Endereço:
Povoado de Barra de Antas
Sapé – Paraíba – Brasil
CEP: 58340-000

E-mail:
memorial.ligascamponesas@gmail.com

Visitas:
As visitas ao Memorial das Ligas Camponesas devem ser agendas pelo telefone 83 9315-9935 (Alan Nascimento).


10 Comentários Publicados

  1. Urariano Mota disse:

    Sou escritor e jornalista, autor de “Soledad no Recife”, que recria os últimos dias de Soledad Barrett, a mulher do cabo Anselmo, que ele entrou para a morte a Fleury.
    Junto com amigos jornalistas já apresentei e fiz reportagens para um programa no rádio sobre as lutas camponesas, o “Acorda, camponês”, sob o patrocínio da FETAPE.
    Deixo para vocês um pequeno texto que escrevi sobre o programa aqui
    http://www.diretodaredacao.com/noticia/cartas-camponesas

    No fim do texto há um trecho do histórico programa. A divulgação é livre.

    Abraço.

  2. José Luciano Queiroz Aires disse:

    sou professor de historia da UFCG, campus de Sumé. Gostaria de saber se no sábado, dia 17 d emarço , o memoria vai está aberto, pois gostaria de levar nossos alunos do curso de educação do campo.

  3. Edson disse:

    Boa tarde,
    Estou fazendo um trabalho sobre as ligas camponesas e gostaria de marcar uma conversa com a liderançca da LCP em PE. Será que poderia me ajudar me passando o nome e o contato do pessoal do LCP/NE.

    Grato

  4. Pedro Evânio Resende Cristino Júnior disse:

    Boa noite, sou graduando de história da UPE – Universidade Estadual de Pernambuco – Campus Garanhuns. Gostaria de saber se posso ter acesso aos arquivos da presente ONG (arquivos que se refiram as Ligas Camponesas, principalmente no que concerne a Pernambuco), pois estou desenvolvendo projeto para concorrer ao mestrado e o tema que pretendo abordar é sobre As Ligas Camponesas. Qualquer tipo de documentação será de grande ajuda. Obrigado pela atenção.

    • adminMLC disse:

      Pedro, se você tiver interesse visitar o Memorial e ter acesso aos arquivos, você pode agendar a visita pelo telefone 83 9315-9935 (Alan Nascimento).

  5. ROSINES ROCHA disse:

    Boa tarde, sou estudante do curso de ciências sociais, pela Universidade Federal de Campina Grande, campus Sumé. Estou escrevendo meu TCC sobre a historia das Ligas Camponesas e sua contribuição para os Movimentos sociais e gostaria de saber se ainda existe reuniões das Ligas e como faço para fazer uma visita ao Memorial. desde já agradeço.

  6. Rodrigo Teixeira da Costa disse:

    Sou neto legítimo de João Pedro Teixeira, filho de Marines Altina Teixeira filha caçula de João Pedro, após o assassinato de meu avô, minha mãe foi morar com sua avó materna para que minha avó Elizabeth Teixeira desse continuidade a luta de meu avô, alguns anos depois minha mãe veio morar com minha tia Marta Teixeira no Rio de Janeiro, desde então perdemos contato com minha avó e os demais familiares que permaneceram na Paraíba. Tudo o que sei sobre meu avô é o que minha mãe me contou e pelo documentário ” Um cabra marcado para morrer ” que foi dirigido pelo também falecido Eduardo Coutinho, gostaria de saber mais sobre as lutas, dificuldades e conquistas que meu avô viveu durante sua difícil jornada em busca de uma vida melhor.
    Desde já agradeço.

    Att:
    Rodrigo Teixeira

  7. Enock Batista de Vasconcelos disse:

    Quero parabenizar o companheiro Alan e a comunidade de Anta do Sono por nos ter acolhido no Memorial João Pedro Teixeira muito bem os alunos do PROGRAMA PROJOVEM CAMPO SABERES DA TERRA do Assentamento Tiradentes da cidade de Mari.

Deixe sua mensagem


(obrigatório)

(obrigatório)

Mensagem